PROVISÓRIO

Divagações e delirios

Archive for the ‘Curiosidades’ Category

Amigos de Peniche

Posted by provisorio em Dezembro 7, 2006

Amigo de Peniche, é uma expressão idiomática que se refere a um falso amigo.Trata-se de uma pessoa que apenas está interessada em receber e ganhar alguma coisa à nossa custa e nada nos dá em troca.
Reza a lenda que a expressão provem da altura das invasões napoleónicas, pois durante o cerco da cidade de Lisboa, as gentes de Peniche prometeram tentar chegar ao Porto por mar de forma a fazer desembarcar víveres, mas nunca apareceram, na verdade, parece que nem tentaram e as pessoas do Porto cada dia desesperavam mais pelos “amigos de Peniche”.

A lenda descrita no parágrafo anterior, não tem qualquer fundamento histórico, e tal não corresponde à versão mais conhecida (e mais credível) que é a seguinte:

Sendo certo que a expressão tem origem nas invasões napoleónicas, no entanto a versão generalizada (e existem factos históricos que comprovam esta tese), refere-se ao facto de, sendo Portugal e a Inglaterra aliados desde há séculos, e sendo a Inglaterra a principal interessada em ter acesso aos principais portos marítimos internacionais (que a França lhe queria bloquear), era de todo o interesse, que o porto de Lisboa, se mantivesse acessivel ao comércio marítimo inglês.

Assim, os ingleses desembarcaram em Peniche, dizendo que vinham prestar ajuda a Portugal, mas o que ficou na história foi que mal desembarcaram em terra, iniciaram imediatamente pilhagens e todo o género de barbaridades.

De Peniche, avançaram até Lisboa, pela rota que ficou na história como Linhas de Torres (Torres Vedras).

Posted in Curiosidades | 2 Comments »

Uma Curiosidade(ouvida no RCP)

Posted by provisorio em Novembro 2, 2006

No inicio do seculo passado, um conde alemão (dizia-se), inaugurou um estabelecimento que comercializava joias. Joias essa que eram falsas, mas que dada a sua perfeição e beleza, logo despertaram a atenção de todas a damas da sociedade Lisboeta da época. De tal forma, que a zona doChiado passou a ter um quase desmesurado movimento.

Tal foi o sucesso que o tal conde resolveu abrir uma sucursal na cidade do Porto.

Ai, o seu sucesso não foi o esperado, de tal forma que, pela natureza falsa das joias, os Portuenses, nem para o estabelecimento olhavam.

O insucesso estendeu-se a Lisboa, tendo como consequência, o fecho dos dois estabelecimentos.

O curioso de facto, é que o dito conde se chamava Bera.

Desde então, aquela palavra passou a significar tudo o que tem fraca qualidade ou não presta

Fiquem bem 

Posted in Curiosidades | Leave a Comment »